Desenvolvimento insustentável -Quimera 35

quimera35

Enredada num enfadonho presente eterno,
(con)vencida pela prosa dramática dos vendilhões deste Tempo,
a Humanidade, que sobeja,
baixa a cabeça,
rende braços e inteligência
e abraça
ilusões mercantis e fábulações apocalípticas
confessando
não ter Tempo para interpelar as circunstâncias

dia-atrás-de-outro
a Humanidade perde consciência
e colabora,
na extinção da memória,
semeando sobre cada pedaço de chão coletivo
um execrável individualismo
que perturba a natureza humana.

Mindelo

Antónia Marques

quimera35

Sabe bem partilhar com os outros...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.