E se os pássaros soubessem voar?

O que seria do teu corpo
Se de repente todos os cheiros dos lugares tomassem conta de ti,
e os teus dedos sentissem a rudeza das coisas?
Se o teus olhos fizessem do mundo um vitral animado,
Se os sons das coisas audíveis preenchessem a tua alma num eco infinito de melodias…

O que seria do teu mundo
se o céu fosse livre?
e os pássaros soubessem voar?
Se as árvores vivessem presas,

O que seria do teu corpo
Se de repente todos os cheiros dos lugares tomassem conta de ti,
e os teus dedos sentissem a rudeza das coisas?
Se o teus olhos fizessem do mundo um vitral animado,
Se os sons das coisas audíveis preenchessem a tua alma num eco infinito de melodias…

O que seria então de ti,
Forte como és, terias medo de sonhar?
Medo do tempo que não chega, e do tempo, aquele que já partiu.
Serias tudo de ninguém, e nada só para ti.

Ainda bem que o mundo não é assim,
Pois de outra forma estarias vivo
Coisa… dizem, não valer a pena.

Ficha Técnica:
Adobe After effects; photoshop
Música: "Destination"

All works copyrights. Please do not reproduce without the expressed written consent - mirtilo.css framework

© 2020 - Pedro Brito - Arte, Design, Educação 
info[at]pedrobrito.eu - +351 91 735 30 23
made for you with